Secções de Artigos
Como escolher um cachorro

Escolher um cachorro é um processo que transporta muito entusiasmo e ansiedade. Mas calma, não se precipite! Há vários detalhes que deve estar atento para escolher um cachorro saudável e com o temperamento da sua raça de eleição. Acima de tudo, seleccione os criadores que lhe transmitiram mais confiança e NUNCA compre um cão sem ter a certeza!

Procure um criador responsável

Um criador responsável deve dar-lhe a possibilidade de ver a mãe e o resto da ninhada. Isto é muito importante não só porque a mãe do seu futuro cão será a sua primeira mentora mas porque é nessas condições que o seu cachorro se vai desenvolver nos primeiros meses da sua vida.

Para além disso, o criador deve garantir a saúde dos pais e, consequentemente dos cachorros, através de cópias dos exames de saúde dos pais).

Contacte criadores

Onde mora? Tem crianças? O cão vai ficar muito tempo sozinho? Vive em apartamento?”

Não estranhe se um criador lhe fizer muitas perguntas, ele quer apenas garantir que o cachorro vai ter donos dedicados e boas condições de vida. Se o criador não perguntar nada, fique com um pé atrás. Pode ser que ele não esteja a ter um dia bom, mas pode ser também que não esteja minimamente interessado.

Tire todas as dúvidas que tem com o criador, quer seja sobre a raça quer mais especificamente sobre os progenitores da ninhada pela qual está interessada. É uma excelente forma de perceber a dedicação do criador à raça.

Mas também há o lado inverso da moeda: se o criador achar que a raça que você escolheu não é a adequada para o seu estilo de vida, é possível que lhe diga directamente que não lhe vai vender um cão. Não é nada contra si, mas a favor da raça, por isso não deve ignorar os conselhos do criador. Se ainda assim ficar com a “pulga atrás da orelha”, contacte os clubes da raça, estes poderão dar-lhe uma segunda opinião.

Conheça os pais do cachorro

O Pedigree da ninhada permite-lhe dar a conhecer a qualidade morfológica aparente da ascendência do seu cachorro na raça através de títulos de beleza, a sua provável aptidão para o trabalho através das provas e títulos de trabalho e despiste das doenças mais comuns da raça através de exames de saúde.

Para além disso, nada melhor que julgar você mesmo o temperamento dos pais do seu futuro cachorro, por isso marque uma visita ao canil. Evite marcar encontros com o criador fora do canil, em bombas de gasolina ou outros sítios públicos, por exemplo. A menos que o criador arranje uma razão plausível para tal. 

Prepare uma visita ao canil

Espere que o canil esteja limpo e que os todos os cães aparentem estar saudáveis. Os cães devem estar familiarizados com visitas e de modo nenhum devem mostrar agressividade ou timidez extrema. Qualquer um destes sinais, pode ser resultado de falta de carácter, falta de sociabilização ou então foram provocados por maus-tratos. Prepare-se para fazer algumas perguntas ao criador de modo a conseguir avaliar a ligação deste com a raça e até que ponto está no sítio certo. Lembre-se: a sociabilização nos primeiros dois meses de vida do cachorro é um período muito importante.

O que procurar num cachorro?

Passe algum tempo com os cachorros e veja qual é o que mais se identifica consigo. Veja como os cachorros brincam uns com uns outros – dá para ter uma ideia do seu carácter.

Acima de tudo certifique-se que os cachorros estão saudáveis e felizes. Estão demasiado magros? Têm muitas ramelas? Estão a tossir ou a coçar-se excessivamente? Têm a barriga inchada? Então alguma coisa está errada! Pergunte ao criador o que se passa e se ele não lhe der uma justificação plausível, fuja a “sete pés”.

Para além disso, os cachorros devem ser confiantes, por isso se eles preferirem estar num cantinho isolados, sem pedir contacto humano então isto pode ser um mau indicativo.

Que informações pedir?

Se o criador lhe disser que os progenitores têm pedigree, exames de saúde efectuados ou quaisquer títulos alcançados, então peça-lhe uma cópia desses documentos.

Não se esqueça de se informar sobre a comida que o cachorro está a comer e o progresso da vacinação que está a fazer: quais as vacinas que o seu cão já tem e as que lhe faltam fazer?

Peça também ao criador alguns conselhos sobre alimentação, treino, exercício, desparasitação e imunização.

Um criador responsável manterá contacto consigo e gostará de saber qual a evolução do de cada um dos cachorros vendidos.

Produtos relacionados (4)